Fórum Educação
14 de janeiro de 2020, 21h20

Dino prestará homenagem a João Goulart, presidente deposto pelo golpe de 64

Abandonado há mais de 20 anos, o Edifício João Goulart sera reinaugurado no fim do mês em projeto que busca valorizar o Centro Histórico de São Luís

Foto: Reprodução/TV Cultura

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou nesta terça-feira (14) que no dia 24 de janeiro o governo estadual irá realizar uma homenagem ao ex-presidente João Goulart, derrubado pelo golpe militar de 1964, que deu origem ao período da ditadura militar brasileira.

“No dia 24 de janeiro vamos fazer uma homenagem ao ex-presidente da República João Goulart e à ex-1ª Dama Maria Thereza Goulart, cuja biografia será aqui lançada. A homenagem será na inauguração do novo Edifício João Goulart, reaberto depois de mais de 20 anos fechado”, afirmou Dino.

A recuperação do prédio, que é tido como um ícone por ser uma das primeiras construções modernistas da capital São Luís, faz parte do programa “Nosso Centro”, que pretende revitalizar o Centro Histórico da cidade. No local serão instaladas as secretarias de Estado de Governo (Segov), da Casa Civil, de Relações Institucionais (SRI), de Esporte e Lazer (Sedel), de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), além da Vice-Governadoria e da Assessoria Especial do Governador.

A mudança das secretarias tem como um de seus objetivos movimentar a região. “A ocupação vai valorizar o Centro Histórico, com uma média de 500 novos servidores que vão passar a ocupar essa área e circular diariamente pela região”, declarou o secretário de Estado de Governo, Diego Galdino, ao portal Vermelho.

Além disso, com a recuperação do edifício – o primeiro entregue pelo programa – e a mudança das secretarias para lá, o governo do Maranhão pretende economizar com o aluguel de imóveis que sediam diversos órgãos públicos. “Órgãos que ficam em prédios alugados vão para o La Rocque”, diz ainda Galdino.

Com informações do Portal Vermelho


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum