Diretor de jornalismo do Estadão reafirma ameaça de Braga Netto

O ministro da defesa afirmou que recado enviado a Arthur Lira de que não haveria eleição sem voto impresso não passa de “invenção”

Apesar do desmentido, o diretor de jornalismo do Grupo Estado, João Caminoto, reafirmou em sua conta do Twitter, nesta quinta-feira (22), a veracidade da reportagem sobre o recado que o ministro da Defesa, Braga Netto, mandou para o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), de que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso. 

“Diante das diversas reações, considero importante reafirmar na íntegra o teor da reportagem publicada hoje no Estadão sobre os diálogos do ministro da Defesa. O compromisso inabalável do Estadão segue sendo a qualidade jornalística e o respeito ao Estado de Direito”, escreveu.

De acordo com reportagem do próprio Estadão, Braga Netto negou, na manhã desta quinta-feira (22), que tenha enviado o recado, por meio de um importante interlocutor político.

Ao chegar ao Ministério da Defesa, Braga Netto limitou-se a dizer que se trata de uma “invenção”. O chefe das Forças Armadas não deu nenhuma informação complementar. “O Estadão mantém todas as informações publicadas”, reitera o jornal.

Em nota divulgada pelo Ministério da Defesa na manhã desta quinta-feira (22), o general Walter Braga Netto afirmou que “não se comunica com os Presidentes dos Poderes, por meio de interlocutores” em relação à reportagem do Estadão sobre as supostas ameaças feitas ao presidente da Câmara, Arthur Lira, de que não haverá eleição em 2022 caso o Congresso não aprove o projeto sobre o voto impresso.

“Trata-se de mais uma desinformação que gera instabilidade entre os Poderes da República, em um momento que exige a união nacional”, diz o texto.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR