Disputa de Bolsonaro e Bivar por fundo milionário do PSL vai expor vísceras do partido

As duas alas do PSL admitiram que o momento atual é de enfrentamento e exposição, principalmente com relação às contas do partido e seus líderes

A disputa interna do PSL, que envolve apoiadores de Jair Bolsonaro contra aliados do presidente da sigla, Luciano Bivar, atualmente tem como uma de suas principais preocupações o fundo milionário do partido. Neste cenário, de acordo com o blog de Gerson Camarotti, no G1, líderes já falam que guerra vai “expor as vísceras” do partido e que “todo mundo vai para a lama”.

A percepção de membros do partido é que Bolsonaro não está mais tentando apenas fragilizar Bivar, mas sim atacá-lo e pressioná-lo a sair do PSL. Da mesma forma, o núcleo bivarista também assume a mesma postura e tenta expor o a ala oposta.

“Não vai ficar bonito para ninguém. Todo mundo vai para lama e as vísceras ficaram expostas”, alertou um aliado de Bivar na direção do partido.

Aliados de Bivar também começaram a cobrar o próprio Bolsonaro sobre o motivo da blindagem do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, também investigado por usar candidatas laranjas, como Bivar.

Ainda, grupo está cobrando o resto dos aliados por prestação de contas da pré-campanha do presidente, além de expor a investigação das movimentações financeiras atípicas do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e até mesmo cobrar novas explicações do próprio presidente Jair Bolsonaro sobre o depósito de R$ 24 mil feitos pelo então assessor Fabrício Queiroz na conta da hoje primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.