Entrevista exclusiva com Lula
15 de março de 2019, 08h36

Dois dias após atentado, FHC puxa orelha do Major Olimpio: “Falar em armar professores é um desatino”

Major Olimpio afirmou que “se os professores estivessem armados, se os serventes estivessem armados, essa tragédia teria sido evitada”

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Quase 48 após o massacre na escola estadual Professor Raul Brasil, de Suzano, que deixou dez mortos, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso resolveu dar um puxão de orelha nas declarações do senador Major Olimpio. “Falar em armar professores é um desatino”, tuitou FHC na noite desta quinta-feira (14).

“A chacina da escola de Suzano requer solidariedade às vítimas e reflexão: falar em armar professores é um desatino. Armas devem estar nas mãos de policiais e militares que saibam usá-las para proteger cidadãos e retira-las de bandidos que atazanam o povo.”

O líder do PSL no Senado, Major Olimpio (SP), afirmou em pronunciamento durante reunião da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), na última quarta-feira, que “se os professores estivessem armados, se os serventes estivessem armados, essa tragédia teria sido evitada.”

Para o senador, não permitir acesso a armas para “cidadãos de bem” foi nocivo à sociedade.

A chacina

Dois adolescentes encapuzados entraram na escola estadual Professor Raul Brasil, na manhã desta quarta-feira (13), em Suzano, a 50 km de distância de São Paulo, efetuando disparos contra estudantes e uma funcionária.

Segundo informações, os dois mataram dez pessoas e deixaram outras dez feridas, uma delas em estado grave.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum