Doria acusa Bolsonaro de boicotar vacinação contra Covid-19 em SP: “Vergonha”

"O Ministério da Saúde deixou de entregar 228 mil doses que estavam planejadas. Isso pode atrasar a vacinação de 228 mil paulistas", afirmou o tucano sobre repasses das vacinas da Pfizer

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acusou nesta quarta-feira (4) o governo federal, comandado por Jair Bolsonaro (Sem partido), de boicotar o plano de vacinação no Estado, enviando apenas metade das doses do imunizante da Pfizer que teria sido acordado.

“O Ministério da Saúde deixou de entregar 228 mil doses que estavam planejadas. Isso pode atrasar a vacinação de 228 mil paulistas. Uma vergonha”, escreveu Doria nas redes sociais.

O tucano afirmou ainda que “não aceitará boicotes do governo federal” e que tomará as “medidas cabíveis” contra Bolsonaro.

“SP não aceitará boicotes do Gov. Federal! Ontem recebemos metade das doses de vacinas da Pfizer previstas. O argumento é que SP está com a vacinação mais avançada. Estão punindo a eficiência da gestão de SP? Tomaremos medidas para garantir vacina no braço da nossa população”, tuitou.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR