Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de outubro de 2019, 09h04

Doria agora nega ter sido oportunista na eleição com movimento “BolsoDoria”: “Não sou bolsonarista”

Doria ainda disse ser contra a indicação de Dudão para embaixada: “Ainda que fosse alguém que soubesse o inglês corretamente, que tivesse curso em Harvard, que tivesse vivência, competência”

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governador de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB-SP), negou, durante o programa “Central Globo News”, na noite desta quarta-feira (2), ter sido oportunista nas últimas eleições ao participar do movimento “BolsoDoria”, quando fez dobrada informal com o então candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

“Eu não sou bolsonarista. Eu não criei o ‘BolsoDoria’. O movimento nasceu no interior [de São Paulo], espontaneamente. Mas eu incorporei”, disse. “E naquela circunstância, na qual enfrentávamos todos os partidos de esquerda juntos, todos faziam campanha contra mim…E, numa campanha, qual era o meu caminho senão estar ao lado daqueles que advogavam com Jair Bolsonaro?”, completou o governador.

Sobre sua provável candidatura à presidência, Doria se também se esquivou: “Não é hora de falar disso. Em tese, na prática… Não é momento de discutir eleições de 2022, três anos e meio antes da eleição. É um erro. E não fui eu quem iniciou esse processo. O presidente Bolsonaro, talvez, foi quem deflagrou o processo.”

Durante a entrevista, Doria também fez críticas à indicação de Eduardo Bolsonaro, filho de Bolsonaro, como embaixador do Brasil em Washington (EUA).

“É um ponto crítico meu em relação ao presidente Bolsonaro. Moralmente, não me parece adequado que o filho de um presidente da República seja indicado para uma embaixada. Isso não é positivo. Você confunde o tema familiar com o diplomático. Ainda que fosse alguém que soubesse o inglês corretamente, que tivesse curso em Harvard, que tivesse vivência, competência, ainda assim, eu diria não”, alfinetou.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum