domingo, 20 set 2020
Publicidade

Doria quer acesso a celulares privados de servidores após divulgação de suposto caso de corrupção

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), enviou um ofício por meio do coordenador administrativo da Secretaria da Fazenda e Planejamento, Gustavo de Magalhães Gaudie Ley no dia 12 de dezembro pedindo que servidores da abram seus sigilos telefônico em uma investigação interna para saber quem distribuiu vídeos de supostos atos de corrupção na pasta, que é comandada por Henrique Meirelles.

Segundo informações de José Marques, na edição desta quarta-feira (18) da Folha de S.Paulo, os vídeos mostram suspeitas de ilegalidades cometidas por integrantes da cúpula do setor de fiscalização.

Funcionários da pasta dizem que está havendo uma caça às bruxas e que a medida gera constrangimento pois, apesar de ser uma “colaboração voluntária”, aqueles que não entregarem os dados têm receio de serem perseguidos.

O Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Sinafresp) divulgou um comunicado interno aos seus filiados para alertá-los que “eles não estão obrigados a exibir o conteúdo dos seus celulares e, especialmente, as comunicações neles mantidas, a quem quer que seja, se não por ordem judicial”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.