Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de fevereiro de 2020, 08h46

Doria se livra de jatinho que Bolsonaro o acusava de ter “mamado” na era PT

O Legacy 650, que na época de seu lançamento valia US$ 29,5 milhões, foi financiado pelo BNDES

Foto: Arquivo Pessoal

O governador de São Paulo, João Doria, vendeu o seu Legacy 650, jatinho particular que, na época de seu lançamento, em 2010, valia US$ 29,5 milhões.

O governador dizia que viajava pelo país e também para o exterior com ele para “não onerar os cofres públicos”.

O presidente Jair Bolsonaro passou a acusar Doria de “mamar” na era PT depois que o BNDES divulgou uma lista de pessoas que haviam comprado jatos financiados pelo banco. 

No período, Doria também passou a ser alvo de ataques nas redes sociais.

O apresentador global Luciano Huck, também dono de um avião, entrou igualmente na mira.

De acordo com dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o brinquedinho de Doria passou a ser operado pela empresa Eucalipto Brasil S.A.

Com informações da coluna de Mônica Bergamo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum