Fórumcast #19
28 de maio de 2019, 10h22

Doria “sequestra” PSDB para a extrema-direita e promove caça às bruxas, diz sociólogo tucano

Coordenador da corrente Esquerda pra Valer no PSDB, Fernando Guimarães diz que Doria não pode tratar o partido "como se fosse uma das suas empresas"

Foto: Alan Santos/PR

Fernando Guimarães, coordenador da corrente Esquerda pra Valer no PSDB, disse em entrevista à repórter Carolina Linhares, publicada nesta terça-feira (28) na Folha de S.Paulo, que o governador de São Paulo, João Doria, deseja “sequestrar” o PSDB para a extrema-direita.

“O Doria não pode tratar o PSDB como se fosse uma das suas empresas. Não tem como ele vir dizer “isso é extrema esquerda”. Quem apoiou o extremo foi ele, ao apoiar Bolsonaro, que é extrema direita, antes de qualquer deliberação do partido liberando seus filiados”, disse Guimarães, que também faz parte do movimento Direitos Já, que reúne dez partidos, incluindo PT e siglas de esquerda, em oposição a Jair Bolsonaro (PSL).

Ele completa que “é como se ele dissesse: eu indico as pessoas e elas farão aquilo que eu determino. Isso não é um partido político, isso é uma legenda apequenada, sequestrada”.

Na última sexta-feira (24), Doria afirmou que estaria construindo um novo partido e “que quem discorda deve pedir para sair”, em referência ao sociólogo que milita no PSDB desde os 13 anos, e que afirma que não deixará a sigla.

Veja também:  Usado por Bolsonaro para mostrar que não é racista, Paulo Quilombola dá golpe em nome do presidente

Para ele, o atual governador de São Paulo se declara como “de centro” somente para atrair o eleitor. “O Doria é um neoliberal, o posicionamento dele é bem à direita. Ele não é uma figura moderada. Se fosse, ele não estava fazendo essa caça às bruxas, estava dialogando conosco. Não é o fato de ser filiado que te faz tucano. Essa é a dificuldade do Doria diante das figuras históricas do partido: ele não se sente tucano. E por isso essa hostilidade e essa dificuldade de ter pluralidade”.

Em cinco dias o partido realiza sua convenção nacional, onde deve escolher o novo presidente da sigla. Até o momento o único candidato é Bruno Araújo, ex-deputado federal alinhado com João Doria. Guimarães defende uma “volta às origens de centro-esquerda” em contraposição à renovação proposta por Doria.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum