Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de dezembro de 2019, 13h23

Duvivier: Eduardo Bolsonaro atacou minha mãe por alertar sobre votos deles contra deficientes

O post de Duvivier aparece no mesmo momento em que Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto que acaba com as cotas para trabalhadores com deficiência nas empresas

Gregorio Duvivier. (Foto: Reprodução)

O ator, humorista e escritor Gregório Duvivier lembrou, através de sua conta do Twitter, na manhã desta terça-feira (3), episódio em que sua mãe, a cantora Olívia Byington, foi atacada pelo deputado federal, Eduardo Bolsonaro.

Na ocasião, Olívia afirmou que ele e seu pai, o presidente Jair Bolsonaro votaram contra, em 2015, a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), que beneficiou 45 milhões de pessoas portadoras de algum tipo de deficiência.

O post de Duvivier aparece no mesmo momento em que Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto que acaba com as cotas para trabalhadores com deficiência nas empresas:

“Quando disse que Bolsonaro faria isso, minha mãe foi duramente atacada por Eduardo Bolsonaro. O filhote hamburgueiro fez vídeos com a imagem dela e do meu irmão – chamando de mentirosa e oportunista. E eis que acontece o que ela alertou. Cadê o zero2? Deve tá no Havaí comendo poke”, escreveu.

Cotas nas empresas

Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto que acaba com as cotas para trabalhadores com deficiência nas empresas. Nesta terça-feira, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, a oposição marcou uma reunião para tentar barrar o projeto de lei (PL) e derrubar a urgência que ele está tramitando.

O PL 6.195/2019, proposto pelo governo, permite que empresas recolham dois salários mínimos a uma conta da União em troca de contratar funcionários com deficiência. O fundo será gerenciado pelo governo e, em tese, aplicado no programa de reabilitação física e profissional. A criação dessa política de recuperação para o trabalho já era prevista na Medida Provisória 905, que criou o programa verde amarelo de estímulo ao emprego.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum