“E o ônibus?” Prefeito de Porto Alegre, Melo diz que vai à posse de táxi e sua esposa de Uber e apanha nas redes

Internautas questionaram por que emedebista não usou ônibus para incentivar transporte coletivo ou ainda por que não usaram um meio na ida e outro na volta para evitar excesso de poluição e desperdício de recursos

Prefeito eleito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB) apanhou nas redes sociais nesta sexta-feira (1º), ao publicar no Twitter que ele e a esposa iriam, respectivamente, de táxi e Uber à sua posse.

Melo, que derrotou Manuela Dávila (PCdoB) no segundo turno das eleições, alegou que queria mostrar que as duas categorias teriam o mesmo tratamento no governo.

“Bom dia! Hoje saio de casa ao lado da Valéria e do João Arthur às 15h30. Eu irei para a posse de táxi e a Valéria de Uber, numa demonstração que os dois modais são fundamentais pra nossa cidade e terão igualdade de tratamento no governo. As duas categorias merecem nosso respeito”, escreveu ele.

Mas a resposta que recebeu foram críticas de usuários cobrando que ele tivesse optado por usar ônibus, para incentivar o uso do modal coletivo de transporte.

O exemplo, aliás, foi relembrado por um usuário, que publicou uma foto do ex-prefeito Olívio Dutra (PT) viajando em um ônibus:

Outro usuário relembrou o que Melo disse a respeito de transporte público na capital gaúcha na segunda-feira (28):

Mas não foi só essa a crítica que Melo recebeu. Os internautas apontaram desperdício de recursos ao usar dois modais em vez de apenas um para levar a família, além de a opção resultar em mais poluição.

E, ainda, que a atitude indicava que o governo de Melo não deverá incentivar a redução do número de carros em circulação.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR