Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de setembro de 2019, 00h06

Eduardo Bolsonaro compartilha vídeo em que príncipe-deputado pede nova Constituição

O filho "03" do presidente Jair Bolsonaro compartilhou um vídeo do deputado Orleans Bragança (PSL-SP) que alimenta hipóteses de que o governo estaria costurando nova Constituição na "surdina"

Foto: Reprodução/Youtube

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho “03” do presidente Jair Bolsonaro, retuitou um vídeo em que o deputado federal Luiz Philippe Orleans Bragança (PSL-SP) defende uma nova Constituição com a criação de dois poderes moderadores. O Poder Moderador existiu no Brasil durante o período imperial, o qual o parlamentar, que reivindica o título de príncipe do Brasil, defende.

INSCREVA-SE para receber conteúdos exclusivos da entrevista do Rovai com o presidente Lula

A entrevista com Orleans Bragança foi originalmente postada no Twitter do Brasil Paralelo, canal que Eduardo usa para “estudar história” e se qualificar para o posto de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. O canal chama o aspirante a príncipe apenas de “cientista político”, evitando dar as credenciais monárquicas ou o título de deputado federal.

“A nova constituição, ela vai ter três poderes de governo e três poderes de veto. Então, você vai ter os tradicionais três poderes que é o: Executivo, Legislativo e Judiciário, com melhores freios entre eles. E você vai ter três poderes de veto: que é o Chefe de Estado, seria o Poder Moderador; o Conselho de Estado, que vai poder vetar também o Poder Moderador, quando o Poder Moderador não age o Conselho de Estado vai poder agir em algumas circunstâncias; e o sexto e último poder de veto é o povo”, contou o parlamentar ao canal sobre seu projeto de Constituição, que estaria sendo escrito há mais de um ano.

As especulações sobre a construção de uma nova Constituição por parte do governo Bolsonaro já vêm surgindo há um tempo. O vice-presidente general Hamilton Mourão chegou a defender a renovação da Carta Magna sem uma Assembleia Constituinte, alimentando as hipóteses de um processo feito na “surdina”. A postagem de Eduardo faz ressurgir esse debate.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum