sábado, 19 set 2020
Publicidade

Eduardo Bolsonaro defende hino em escolas proposto por Vélez-Rodriguez e critica Paulo Freire

Em nova frente da batalha ideológica do governo Jair Bolsonaro (PSL), o filho “03”, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) saiu em defesa da orientação de Ricardo Veléz-Rodriguez, ministro da Educação, que em e-mail para as escolas do país, solicitou que as crianças sejam perfiladas para cantar o hino nacional e que o ato seja gravado em vídeo pelos diretores das instituições e enviado para o Ministério da Educação (MEC).

“Maioria das pessoas q nasceram nos anos 80 tiveram pais q estudaram em escolas públicas, tempos em que professor não era agredido, cantava-se o hino nacional e não música pornográfica. Hj quem pode bota o filho na particular, pq maioria das públicas viraram terra de Paulo Freire (SIC)”, tuitou Eduardo.

Eduardo e Veléz-Rodriguez são, dos articuladores de Bolsonaro, os maiores discípulos de Olavo de Carvalho, que tem a pedagogia de Paulo Freire como um dos alvos principais.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.