Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de janeiro de 2020, 07h42

Eduardo Bolsonaro diz que “apoiar o Nazismo é crime”… para atacar a Folha

Filho de Bolsonaro confunde opinião do colunista Anderson França com a da Folha e fala do crime de apologia ao nazismo, em uma postura bem diferente diante do vídeo divulgado pelo ex-secretário de Cultura do governo, Roberto Alvim

Eduardo Bolsonaro e Roberto Alvim (Montagem)

Após tentar amenizar o escândalo do vídeo nazista de Roberto Alvim, comparando o nazismo ao comunismo, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) tuitou na noite desta terça-feira (21) que “apoiar o Nazismo é crime”.

No entanto, a publicação não se referia ao crime de apologia ao nazismo cometido por Alvim, mas, sim, a uma tentativa de atacar mais uma vez a Folha de S.Paulo, que publicou um artigo do colunista Anderson França, cobrando artistas populares a se posicionar em relação ao episódio nazista do ex-secretário de Cultura do governo, Roberto Alvim

“Na ânsia de criticar todos aqueles que não se engajam politicamente na esquerda, a @Folha resolveu acusar a dupla @MaiaraeMaraisa de serem nazistas. Apoiar o Nazismo é crime e imputar falsamente um crime contra um inocente prevê até prisão, segundo o Artigo 138 do Código Penal”, diz o deputado, confundindo a opinião do articulista com o do jornal.

Aos amigos favores
Usando a máxima de Maquiavel – “Aos amigos os favores, aos inimigos, a lei” -, Eduardo Bolsonaro teve uma postura bem diferente do dia em que Alvim divulgou o vídeo com cópia do discurso de Joseph Goebbels, ministro da propaganda do Reich nazista.

Na ocasião, Bolsonaro interrompeu as férias nos Estados Unidos para passar o dia comparando o nazismo com o comunismo, na tentativa de amenizar o escândalo nazista no centro do governo do pai.

“Se você abomina o nazismo, também deve abominar o comunismo. Caso contrário é um hipócrita ou ignorante”, tuiou à época, tentando passar pano para Alvim.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum