Eduardo Bolsonaro diz que deputadas de esquerda parecem “gaiola das loucas” ao endossar ataque machista de Éder Mauro

Eder Mauro destilou uma série de fake news em sessão na Câmara e chegou a sugerir um médico para Maria do Rosário (PT-RS); "Nojentos!", protestou Sâmia Bomfim (PSOL-SP)

Durante sessão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, nesta quinta-feira (8), o deputado bolsonarista Delegado Éder Mauro (PSD-PA) disparou uma série de fake news e ataques machistas a deputadas de esquerda.

Em um momento em que a deputada Maria do Rosário (PT-RS) tentou rebater sua fala, Éder Mauro sugeriu chamar um médico para a parlamentar, sugerindo que ela estivesse com algum problema. “Eu não vou chamar um médico porque ela não está no Plenário, mas gostaria que encaminhasse um médico porque ela não para de falar. Agora eu queria perguntar a essas comunistas que estão do outro lado escondidas em sua casa, quem foi que deixou o país na corrupção?”, diz o bolsonarista, aos gritos, antes de começar a proferir uma série de fake news, como de que a esquerda “implantou sexo na escola para crianças de 5 e 6 anos”.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), pelas redes sociais, endossou o colega usando do mesmo expediente: machismo. “Parece, mas não é a gaiola das loucas, são só as pessoas portadoras de vagina na CCJ sendo levadas a loucuras pelas verdades ditas pelo Dep”, disparou o filho de Bolsonaro.

A deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP) protestou: “Nojentos! Não bastasse o deputado Éder Mauro dar um verdadeiro show de misoginia hoje na Câmara, o 03 destila machismo divulgando seu comparsa. Se as mulheres na política incomodam vocês, recomendo que se retirem, nós viemos pra ficar!”.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.