quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Eduardo Bolsonaro diz que não foi pra embaixada pra “não deixar uma lacuna em SP”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fez uma publicação nas redes sociais dizendo que abandonou o sonho de virar embaixador do Brasil nos EUA para poder “andar por São Paulo e pelo Brasil”. A desistência tem sido apontada como uma derrota de Bolsonaro, que não conseguiria os votos necessários no Senado para chancelar a nomeação.

“Tinha muita gente contando que eu ia para Washington. Mas quando viram que não vou mais começaram a mirar em mim. Não deixarei uma lacuna em São Paulo. Como disse no discurso, vou andar por São Paulo e Brasil identificando pessoas bem intencionadas para somar forças neste movimento conservador”, disse o parlamentar.

Eduardo acabou virando líder do PSL na Câmara após a ala bolsonarista conseguir, até o momento, vencer uma batalha com os bivaristas da bancada do partido. A necessidade do presidente de tentar manter o controle do partido é apontada como uma das razões para o filho 03 do ex-capitão ficar no Brasil

Outro fator que certamente pesou na nomeação foi a dificuldade que o Planalto enfrentou para conseguir os votos necessários para aprovar Eduardo como embaixador. O próprio líder do PSL no Senado, Major Olímpio (PSL-SP), disse que a situação se complicou após o presidente dos EUA, Donald Trump, não priorizar o Brasil na indicação para a OCDE.

Expulsão

Um grupo de parlamentares e dirigentes do PSL tem se movido para expulsar da sigla o aspirante a embaixador. Entre eles está Olímpio e a ex-líder do governo no Congresso, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.