Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de janeiro de 2020, 09h16

Eduardo Bolsonaro e Vera Magalhães, do Roda Viva, trocam ironias: “Cara Playmobil”, “elegante”

Filho de Jair Bolsonaro acusou a colunista do Estadão e da Jovem Pan de divulgar "fake news" em tuíte em que Vera diz que o Roda Viva com Sergio Moro bateu recorde de visualizações no canal do Youtube do programa

Eduardo Bolsonaro e Vera Magalhães (Montagem)

Um tuíte com informação errada, de que o Roda Viva com o ministro da Justiça, Sergio Moro, teria batido o recorde de audiência do programa no Youtube, publicado por Vera Magalhães, virou uma troca de ironias entre a colunista do Estadão e apresentadora do programa com o filho 03 de Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Na quarta-feira (22), Vera divulgou que a entrevista com Moro havia rompido a marca de 1 milhão de visualizações no canal do Youtube. “Já é o vídeo mais visto do canal do #RodaViva, quebrando o recorde anterior, da entrevista com Glenn Greenwald”, comemorou.

Um dia depois, durante escala em Nairobi, no Quênia, em viagem com o pai rumo à Índia, Eduardo Bolsonaro chamou a jornalista de “cara Playmobil” e disse que ela estava divulgando uma fake news, visto que o programa de maior audiência do canal do Youtube do Roda Viva é a entrevista de Jair Bolsonaro, com mais de 9 milhões de visualizações.

A jornalista se corrigiu em comentário e não deixou barato, ironizando a “correção tão elegante” do deputado. “Agradeço ao deputado @BolsonaroSP
pela correção tão elegante. Este tuíte de fato está impreciso. O recorde de audiência da entrevista de Glenn Greenwald era do ano passado. A entrevista do então candidato Jair Bolsonaro em 2018 tem mais de 9 milhões de views”, tuitou.

Eduardo Bolsonaro voltou à tona e respondeu com nova ironia ao tuíte da jornalista. “Não há de que. Pode contar comigo, afinal nós sempre contamos com a imprensa ☺️?”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum