Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
18 de setembro de 2019, 08h25

Eduardo Bolsonaro entra com ação contra “censura” do Facebook e Instagram

No post onde anuncia a ação, Dudão volta a expor os nomes dos jornalistas da revista Época que se demitiram nesta terça em função de pedido de desculpas da Globo à família Bolsonaro

Foto: Reprodução Instagram

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) anunciou, na manhã desta quarta-feira (18), através de suas redes sociais que, “seguindo orientação do professor Olavo de Carvalho”, vai entrar com ação contra o Facebook e o Instagram. “Eles cercearam meu direito constitucional à liberdade de expressão ao derrubarem meu post sobre ataques que recebi da Época na figura da diretora de redação Daniella Pinheiro, editor-chefe Plínio Fraga e jornalista João Saconi”, escreveu.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PORECSSO CONTRA FB/ISNTA. Seguindo o que diz o Prof. Olavo de Carvalho assinei hoje procuração p/ Adv. Roberto Beijato Jr. processar o facebook e instagram. Eles cercearam meu direito constitucional a liberdade de expressão ao derrubarem meu post sobre ataques que recebi da Época na figura da diretora de redação Daniella Pinheiro, editor-chefe Plínio Fraga e jornalista João Saconi. Publicação similar não teve problema no twitter. Com a liberdade vem a responsabilidade e eu respondo por tudo que publico em minhas redes, não cabe ao fcaeobok/isnatgarm me cesnurar previamente em pleno ano de 2019. Que tais atitudes fiquem no passado e que reafirmemos que vivemos numa democracia com liberdades plenas.

Uma publicação compartilhada por Eduardo Bolsonaro?? (@bolsonarosp) em

“Seguindo o que diz o Prof. Olavo de Carvalho assinei hoje procuração p/ Adv. Roberto Beijato Jr. processar o facebook e instagram. Eles cercearam meu direito constitucional a liberdade de expressão ao derrubarem meu post sobre ataques que recebi da Época na figura da diretora de redação Daniella Pinheiro, editor-chefe Plínio Fraga e jornalista João Saconi. Publicação similar não teve problema no twitter. Com a liberdade vem a responsabilidade e eu respondo por tudo que publico em minhas redes, não cabe ao fcaeobok/isnatgarm me cesnurar previamente em pleno ano de 2019. Que tais atitudes fiquem no passado e que reafirmemos que vivemos numa democracia com liberdades plenas. (sic)”

Entenda o caso

O deputado atacou os jornalistas após a publicação de uma matéria sobre o o curso de coach oferecido pela sua esposa, Heloísa Bolsonaro. Na sexta-feira, 03 já tinha utilizado seu perfil no Twitter para criticar o autor da reportagem e criticar a imprensa.

Eduardo expôs com fotos o editor e a chefe de redação da revista Época para direcionar os ataques dos bolsonaristas das redes sociais contra os jornalistas.

O Facebook e o Instagram retiraram do ar o post. O alerta do Facebook diz: “Removemos uma foto publicada por você sem autorização no site após recebermos uma denúncia”.

O advogado Eduardo Goldenberg informou, através de sua conta do Twitter, no começo da tarde desta terça-feira, que “a cúpula da Revista Época pediu demissão em conjunto”.

O ato teria sido uma reação ao pedido de desculpas que a direção da Globo enviou em nota por ter feito a matéria sobre o curso de Coach da esposa de Eduardo Bolsonaro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum