Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de junho de 2019, 07h10

Eduardo Bolsonaro relaciona feminicídio com acesso de mulheres a armas e é bombardeado no Twitter

Nas redes, o filho 03 de Jair Bolsonaro defendeu mais umas das suas teses em favor do armamento da população e foi criticado por seguidores

Reprodução/Instagram

O filho 03 de Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/RJ), defendeu no Twitter nesta quinta-feira (13) mais umas das suas teses em favor do armamento da população e acabou bombardeado por internautas.

Em uma relação sem coerência alguma, Eduardo disse que a “esquerda” reclama do feminiício, mas quer impedir as mulheres de terem acesso a armas. “Por um lado reclamam do feminicídio, alegam que homem é mais forte e subjuga a mulher. Por outro querem impedir as mulheres de ter arma. Vai entender a cabeça de esquerdista”, tuitou.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

A publicação foi bombardeado por seguidores do parlamentar, que apontaram a falta de nexo na relação.

“Mulheres tendo armas em casa = homens com acesso às mesmas armas! Cara, às vezes eu acho que a sua burrice é premeditada”, comentou Magnus Goulart.

“td bem dudu, deve ser difícil mesmo entender qualquer coisa tendo apenas 3 neurônios”, tuitou Marira Pacci.

“Por um lado, esquentam o leite para fazer Toddy. Por outro, esfriam para fazer milk-shake. Mesma linha de raciocínio, parabéns pela inteligência”, comentou um perfil fake de Hamilton Mourão.

Veja mais repercussões


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum