sexta-feira, 30 out 2020
Publicidade

Eduardo Moreira lança o movimento #Somos70porcento contra Bolsonaro e o fascismo

Em meio a articulações de uma frente ampla contra Jair Bolsonaro e pela retirada do presidente do poder, o economista Eduardo Moreira, um dos palestrantes mais requisitados da atualidade, lançou o movimento #Somos70porcento.

A hashtag, lançada na quinta-feira (28) através de um post “despretensioso” de Moreira, rapidamente se espalhou pelas redes e desde sexta-feira (29) figura entre os assuntos mais comentados no Twitter.

À Fórum, o economista contou que, ao analisar a última pesquisa Datafolha, que mostra que praticamente 70% da população considera o governo Bolsonaro como ruim, péssimo ou regular, se deu conta de que aqueles que fazem oposição ao capitão da reserva têm se portado como minoria, enquanto os poucos apoiadores do presidente que sobraram se colocam como maioria. Além disso, o levantamento aponta que os mesmos 70% rejeitam o “toma lá, da cá” de Bolsonaro com o centrão.

“O curioso é que agente age como se fossemos minoria, e eles agem como maioria. Falam, gritam, colocam medo em todo mundo. Mas somos maioria, quem tem que ter medo são eles”, afirma Moreira.

O economista, então, decidiu fazer de seu “insight” um movimento. “É muito importante que tenhamos uma frase [#Somos70porcento], como os Estados Unidos, que adotaram a frase ‘I can’t breath’ [em referência à palavra de ordem nos protestos antirracistas nos EUA após a morte de George Floyd]”, explica.

“É preciso que as pessoas percam o medo de se posicionarem. Não precisamos ter medo de nada”, analisa Moreira.

Confira, abaixo, algumas das postagens que estão levantando o movimento #Somos70porcento.

Confira entrevista com Eduardo Moreira

Ivan Longo
Ivan Longo
Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.