Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de maio de 2019, 19h57

Educação provoca primeira grande derrota de Bolsonaro que recua de corte em orçamento no MEC

Um dia antes da greve histórica contra o desmanche na Educação, Jair Bolsonaro volta atrás e determina a suspensão do bloqueio nas verbas das universidades e instituições federais

Foto: Marcos Corrêa/PR

Um dia antes da greve histórica contra o desmanche na Educação, Jair Bolsonaro recuou e determinou nesta terça-feira (14) a suspensão dos cortes orçamentários no Ministério da Educação (MEC).

A ordem foi passada por telefone ao ministro Abraham Weintraub. Líderes partidários que estavam com Bolsonaro no Palácio do Planalto viram o telefonema.

“O presidente ligou para o ministro na nossa frente e pediu para rever. O ministro tentou contra-argumentar, mas não tem conversa”, declarou o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), ao UOL.

Não se tem notícia ainda sobre de que forma será feito o anúncio de mais um recuo. Existem três hipóteses: um anúncio de Bolsonaro nas redes sociais; que o Weintraub comunique no plenário da Câmara nesta quarta (15); que o MEC convoque uma entrevista coletiva.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum