Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de setembro de 2019, 21h20

Efeito Crivella: Editora publica foto de prateleiras vazias após vender todos os livros LGBTs

Comprador é o youtuber Felipe Neto que, como resposta à censura de Crivella, distribuirá 10 mil obras de temática LGBT gratuitamente

Reprodução/Twitter

A editora Companhia das Letras publicou, na noite desta sexta-feira (6), fotos das prateleiras de sua stand na Bienal do Livro do Rio de Janeiro vazias. Isso porque todos os livros de temática LGBT foram vendidos.

O comprador é o youtuber Felipe Neto. Ele resolveu protestar contra a tentativa de censura imposta pelo prefeito da cidade, Marcelo Crivella, contra o evento: comprou e vai distribuir gratuitamente, no evento, 10 mil exemplares das obras que contém relações homoafetivas ou que tratam da questão de gênero.

“Todos os livros da nossa estante LGBT+ foram vendidos! 🌈 Quem comprou foi o Felipe Neto, que irá distribuir mais de 10 mil livros — nossos e de outras editoras — amanhã, a partir de meio-dia, na Bienal do Livro”, tuitou o perfil da Companhia das Letras.

Em seu canal do YouTube, Felipe Neto explicou a ação.

Censura

O prefeito Marcelo Crivella começou sua tentativa de censura na noite de quinta-feira, quando postou um vídeo em que dizia que determinou aos organizadores do evento que recolhessem livros “com conteúdos impróprios para menores”. O alvo principal foi a história em quadrinhos da Marvel “Vingadores – a cruzada das crianças”. A publicação, que traz um beijo entre dois heróis, esgotou após a “ordem” de Crivella.

A organização do evento disse que não iria esconder o livro “pois o conteúdo não é impróprio e nem pornográfico”, e Crivella decidiu enviar um grupo de fiscais ao evento para pressionar editoras a cumprirem a ordem e procurarem o HQ dos Vingadores. Entre as determinações, os livros com qualquer referência LGBT deveriam ficar no alto, e com um selo “+18”, mesmo não tendo conteúdo erótico ou pornográfico.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum