sábado, 24 out 2020
Publicidade

Eleições 2020: Ao menos 84 candidatos usam “Bolsonaro” como apelido nas urnas

Mais de 8 mil se dizem ligados às policias e Forças Armadas, enquanto 4 mil são pastores. Ao menos 1,3 mil se inscreveram com o nome "do bar"

As inscrições no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições municipais deste ano se encerraram na noite deste sábado (26). Até então, foram computadas cerca de 523 mil inscrições. Como previsto, alguns candidatos escolheram se cadastrar utilizando o sobrenome do presidente Jair Bolsonaro, assim como o nome do ex-presidente Lula, como forma de ganhar destaque na disputa.

Segundo levantamento feito pela jornalista de dados Cecília do Lago, na madrugada deste domingo, 84 candidatos se apresentavam com o apelido “Bolsonaro” no sistema do TSE, enquanto ao menos 185 aderiram ao “Lula”. O número pode ser ainda maior, já que mais candidatos se inscreveram no sistema ao longo do dia.

O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) é um dos que vai apostar na popularidade do ex-capitão para garantir a vitória nas urnas. Logo nas primeiras horas de sua campanha, ele publicou em todas as suas redes sociais um “santinho virtual” com uma montagem que aparece ao lado de Bolsonaro.

Ainda, segundo o levantamento da jornalista, 8.262 das inscrições são de pessoas que se dizem ligadas às carreiras policiais ou das Forças Armadas. A maioria, segundo ela, são policiais militares. Outros seis candidatos têm “pistola” no nome.

Enquanto isso, o apelido “do bar” foi escolhido por 1.357 pessoas, superando “do posto” (986), “da padaria” (591) e “da peixaria” (394). O nome “da farmácia”, no entanto, é o campeão entre estes: está com ao menos 1.672 inscrições.

Cecília também destacou que mais de 4.360 candidatos terão o nome “pastor” nas urnas, enquanto 536 são “missionários” e 202 “padres”.

Todas essas candidaturas foram apenas inscritas, o TSE ainda vai avaliar quem pode participar das eleições. Além disso, apesar de o prazo de registro de candidatos ter se encerrado no sábado, ainda há um residual de registros feitos de forma presencial que devem ser incluídos no sistema ao longo dos próximos dias.

Confira:

Luisa Fragão
Luisa Fragão
Jornalista.