Cacique eleito prefeito em Pernambuco pode ter candidatura cassada

Entidade faz carta de solidariedade e lembra que processo que pode impugnar chapa de Marcos Xukuru foi iniciado em caso em que ele sofreu atentado

Eleito prefeito da cidade pernambucana de Pesqueira, Marcos Xukuru (Republicanos), o Cacique Marquinhos, pode ter a candidatura impugnada. Contra essa possibilidade, a Articulação dos Povos Indígenas Índios do Brasil (Apib) lançou nesta segunda-feira (7) uma carta de solidariedade a ele, subscrita por outras sete associações.

Na mensagem, a Apib diz que o processo que pode invalidar a chapa de Xukuru é uma “ação de base racista que foi movida pela atual prefeita da cidade, que concorria à reeleição e foi derrotada nas urnas por Marcos no dia 15 de novembro”. Maria José Castro Tenório (DEM) obteve 45,48% dos votos válidas na cidade, contra 51,6% recebidos pelo Cacique Marquinhos.

A eleição de Marquinhos levou a população de Pesqueira a dançar nas ruas para comemorar o feito. Ele recebeu o apoio de diversas lideranças progressistas, como o senador Paulo Paim (PT-RS) e a líder indígena Sônia Guajajara, que foi candidata a vice na chapa de Guilherme Boulos (PSOL) nas eleições presidenciais em 2018. Marquinhos ainda publicou foto com o ex-presidente Lula nas redes.

O processo

Em 2003, segundo a Apib, o indígena e seus seguranças teriam sido alvo de um atentado. No entanto, foi movido um processo de dano ao patrimônio privado contra ele. Com base nessa ação, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indeferiu a candidatura de Marquinhos.

Agora, ele depende de uma reanálise do caso pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se for favorável ao indígena, ele terá o direito à posse assegurado. E é para conclamar que esse resultado seja em prol de Marquinhos que a Apib divulgou o documento.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR