Datafolha Fortaleza: Sarto (PDT) cresce e se aproxima do líder, Capitão Wagner (Pros)

Luizianne Lins (PT) está na terceira colocação com 18% das intenções de voto

Nova pesquisa Datafolha/O Povo sobre a disputa pela prefeitura de Fortaleza (CE), divulgada na noite desta quinta-feira (5), confirma a tendência de crescimento do candidato do PDT, Sarto, que já se empata tecnicamente com o líder, o bolsonarista Capitão Wagner (Pros).

Wagner, que no último levantamento do instituto, de 27 de outubro, tinha 31%, caiu na nova pesquisa para 29% das intenções de voto. Já Sarto subiu 4 pontos e soma, no estudo mais recente, 26%. Como a margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, o candidato do Pros e o candidato do PDT estão tecnicamente empatados.

O terceiro lugar é da ex-prefeita Luizianne Lins (PT). A petista oscilou um ponto negativo com relação à última pesquisa e aparece, agora, com 18% das intenções de voto.

Confira, abaixo, a relação completa dos candidatos à prefeitura de Fortaleza e suas respectivas intenções de voto, de acordo com o novo estudo Datafolha/O Povo.

Capitão Wagner (Pros): 29%

Sarto (PDT): 26%

Luizianne Lins (PT): 18%

Heitor Férrer (Solidariedade): 6%

Publicidade

Célio Studart (PV): 4%

Renato Roseno (Psol): 3%

Publicidade

Heitor Freire (PSL): 2%

Paula Colares (UP): 1%

José Loureto (PCO): 0

Anízio (PCdoB): 0

Samuel Braga (Patriota): 0

Em branco/nulo/nenhum: 8%

Não sabe: 3%

Para a pesquisa, o Datafolha ouviu 868 eleitores da capital cearense entre os dias 4 e 5 de novembro.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR