Jornalista leva invertida de Boulos ao perguntar sobre “trânsito” causado por manifestações do MTST

"Congestionamento imenso é o que eu vivo todo dia para chegar no Campo Limpo. E não tem 'trancaço' nenhum", disse o candidato do PSOL em entrevista ao Roda Viva

Além da invertida em Vera Magalhães, que perguntou sobre a “utopia” na campanha de Guilherme Boulos à prefeitura de São Paulo, o candidato do PSOL deu também uma invertida no jornalista Pedro Dias Leite, que perguntou ao psolista, na edição especial do programa Roda Viva, na noite desta segunda-feira (23), como ele lidaria com manifestações de rua caso seja eleito prefeito.

Leite citou que uma das principais táticas do MTST, movimento liderado por Boulos, seriam os “trancaços”, que promoveriam congestionamento na cidade, e perguntou o que o candidato faria caso isso acontecesse em uma possível gestão sua.

“Querer responsabilizar o MTST pelo trânsito em São Paulo é demais. Congestionamento imenso é o que eu vivo todo dia praa chegar no campo limpo. E não tem ‘trancaço’ nenhum”, disparou Boulos.

O candidato do PSOL, em sua resposta, afirmou que manifestações do tipo aconteceram dessa maneira porque o governo não dava qualquer abertura para o diálogo com os movimentos. O jornalista, então, citou manifestações do MTST contra o impeachment de Dilma Rousseff.

“Você está pegando um momento pontual da vida política brasileira. Estou falando de toda uma militância política do MTST. Manifestações assim foram feitas quando não houve diálogo com poder público”, pontuou o psolista.

Segundo Boulos, caso seja eleito prefeito, “dificilmente vão ter manifestações conflagradas assim”, já que sua gestão será, segundo ele, aberta ao diálogo. “Comigo não vai ser assim”, declarou.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR