Nova pesquisa confirma liderança isolada de Edmilson Rodrigues (PSOL) pela prefeitura de Belém

Candidato do PSOL foi de 34% para 37% das intenções de voto na pesquisa RealTime/CNN e está 18 pontos a frente do segundo colocado

Nova pesquisa de intenções de voto para a prefeitura de Belém (PA), feita pelo RealTime Big Data e divulgada nesta segunda-feira (2) pela CNN Brasil, aponta que o candidato do PSOL, Edmilson Rodrigues, deve passar em primeiro lugar ao segundo turno com certa tranquilidade, já que está 18 pontos a frente do segundo colocado.

O psolista, que tinha 34% das intenções de voto no levantamento RealTime de 19 de outubro, cresceu 3 pontos e agora soma 37%. O segundo colocado, que é Priante (MDB), oscilou um ponto com relação à última pesquisa e agora tem 19%.

Na sequência aparece Thiago Araújo (Cidadania), que registrou o maior crescimento: foi de 3% para 7% das intenções de voto.

Ele é seguido por Vavá Martins (Republicano), que consta com também com 7%, e pelo delegado Eguchi, que soma 6%.

Confira, abaixo, a relação completa dos candidatos à prefeitura da capital paraense e suas respectivas intenções de voto registradas na pesquisa.

Edmilson Rodrigues (PSOL): 37%

Priante (MDB): 19%

Thiago Araujo (Cidadania): 7%

Publicidade

Vavá Martins (Republicanos): 7%

Delegado Federal Eguchi (Patriota): 6%

Publicidade

Gustavo Sefer (PSD): 3%

Mário Couto (PRTB): 3%

Cássio Andrade (PSB): 2%

Cleber Rabelo (PSTU): 1%

Guilherme Lessa (PTC): 1%

Jair Lopes (PCO): 0%

Dr Jerônimo (PMB): 0%

Nulo/branco: 8%

Não sabe: 6%

O levantamento RealTime Big Data/CNN Brasil entrevistou 1.050 pessoas entre os dias 29 e 31 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR