Vice de Covas, Ricardo Nunes foge de debate com Luiza Erundina

Imposição de Doria, Ricardo Nunes, que se negou a debater com Erundina no portal Uol, foi acusado de violência doméstica pela esposa e comanda um grupo de ONGs que lucrou R$ 1,4 milhão com creches da prefeitura paulistana

Imposição do governador João Doria (PSDB), Ricardo Nunes (MDB), candidato a vice na chapa de Bruno Covas (PSDB) na disputa para a prefeitura de São Paulo, se negou a participar de um debate com Luiza Erundina (PSOL), vice na chapa de Guilherme Boulos, no portal Uol.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (19) nas redes sociais por Leonardo Martins, repórter freelancer do portal, que faz a cobertura das eleições municipais na capital paulista.

“Há três dias nós, do @UOL, tentamos marcar um debate entre Erundina e Ricardo Nunes. Erundina aceitou. Hoje, Nunes declinou. “Infelizmente, a agenda com os vices não vai ser possível. O Ricardo Nunes está com o tempo tomado, percorrendo bairros, conversando com pessoas”, afirmou o jornalista.

Vereador na capital paulista, Nunes foi alvo de um boletim de ocorrência apresentado pela esposa Regina Carnovale em 2011 em que ela o acusava de violência doméstica.

Integrante da bancada da Bíblia na Câmara, o medebista estaria no comando de um grupo de organizações não governamentais que lucrou R$ 1,4 milhão com o aluguel de creches à prefeitura de São Paulo.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR