Eleições 2022: Marília Arraes (PT) lidera com folga primeira pesquisa sobre o governo de Pernambuco

Segundo o Instituto Opinião, a deputada petista tem 26,8% das intenções de voto, o triplo da segunda colocada, Raquel Lyra (PSDB)

Derrotada por João Campos (PSB) no segundo turno da eleição pela prefeitura de Recife, em 2020, a deputada federal Marília Arraes (PT-PE) lidera com folga a corrida pelo governo de Pernambuco, segundo pesquisa do Instituto Opinião divulgada nesta segunda-feira (17). O levantamento, encomendado pelo Blog do Magno Martins, é o primeiro sobre a percepção eleitoral para 2022 no estado.

De acordo com o estudo, Marília tem 26,8% das intenções de voto, o triplo da segunda colocada, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), que tem 9%. O terceiro lugar, se as eleições fossem hoje, seria de Anderson Ferreira (PL), que tem 7,4%.

O ex-prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB), que contaria com o apoio de João Campos, aparece na quarta colocação com 6,7%, empatado tecnicamente com Miguel Coelho (MDB), que soma 5,6% das intenções de voto. Fecham a lista o ex-ministro José Múcio Monteiro (sem partido), com 3,3%, e Zé Neto (Pros), que aparece com 2,1%. Brancos e nulos somam 19%, enquanto os indecisos chegam a 20%.

Marília Arraes também lidera na pesquisa espontânea, isto é, quando os nomes dos prováveis candidatos não são citados. A petista, nesta simulação, aparece com 6,6% das intenções de voto, e é seguida por Raquel Lyra, que soma 3,7%. Os demais virtuais postulantes ao governo de Recife não chegaram a 2 pontos percentuais na pesquisa espontânea.

O Instituto Opinião ainda simulou um outro cenário, substituindo o nome de Marília Arraes pelo do senador Humberto Costa (PT-PE). Nesta situação, quem lidera numericamente é Raquel Lyra, com 11,3%. Mas ela empata tecnicamente com o senador petista, que soma 9,9% das intenções de voto. O empate técnico também abarca Geraldo Júlio, que aparece com 9%. Fecham a lista Anderson Ferreira (7,8%), Miguel Coelho (5,8%), José Múcio (3,6%) e Zé Neto (2,4%). Aqueles que dizem que votarão em branco ou nulo representam 23,8% e outros 26,4% dos entrevistados ainda não sabem em quem vão votar.

O Instituto Opinião ouviu 2 mil pessoas em 80 municípios de todas as regiões de Pernambuco entre os dias 7 e 11 de maio. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.