Entrevista exclusiva com Lula
29 de novembro de 2019, 11h21

Elisa Lucinda rejeita uso de seu poema por TRF-4 na condenação de Lula

A poeta diz ainda que TRF-4 "não entendeu nada" de sua poesia e que Lula é inocente

Reprodução/Twitter
A poeta Elisa Lucinda publicou um vídeo em suas redes sociais nesta sexta-feira (29) criticando o procurador Maurício Gerum, do TRF-4, por usar seu poema “Só de Sacanagem” durante o julgamento do ex-presidente Lula na quarta-feira (27). A poeta diz ainda que Gerum “não entendeu nada” de sua poesia e que Lula é inocente.
“Não faz nenhum sentido, porque Lula, para mim, foi o melhor presidente que o país já teve. O único presidente que não era da elite, que fez o que fez pelo povo brasileiro, e que é, para mim, inocente”, criticou a poeta.
“Usar esse poema que critica qualquer tipo de corrupção, um poema que pergunta ‘cadê, Queiroz?’, um poema que pergunta porque que se mata indígenas e negros nesse país, sendo que o governo incita a mais matança. É isso que o poema pergunta. Se você achou que o ‘Só de Sacanagem’ poderia ser utilizado por fascistas, você não entendeu nada do que eu penso”, concluiu.
Confira o vídeo:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum