quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Em 2019, PF de Moro e Bolsonaro deu 44 mil autorizações de posse de armas a cidadãos comuns

A Polícia Federal, sob domínio do ministro da Justiça, Sergio Moro, autorizou a posse de 44.181 armas de fogo em 2019 para cidadãos comuns, maior número desde 2010. O recorde registrado sob o governo de Jair Bolsonaro representa uma alta de 24% em relação ao ano passado.

Portanto, o Brasil vendeu cinco armas por hora a cidadãos comuns em 2019, média que vem aumentando ao longo dos anos. Em 2018, por exemplo, o número de armas registradas era de 35.758, o maior até então, com uma média de quatro armamentos vendidos por hora. Ainda, os estados com os maiores crescimentos percentuais de aquisições de armas foram Tocantins (645%), Mato Grosso do Sul (241%) e Mato Grosso (219%).

O número de pessoas com autorização para porte de armas, ou seja, para andar armado, também aumentou durante o governo de Jair Bolsonaro. Na comparação com 2018, o crescimento foi de 4%, de 2.961 para 3.090. Os maiores aumentos percentuais ocorreram em Paraíba (246%), Maranhão (200%) e Sergipe (156%).

Levantamento obtido pelo jornal O Globo leva em consideração apenas os registros de armas para pessoas físicas, excluindo, por exemplo, aquisições de órgãos públicos e empresas de segurança e também dos CACs (colecionadores, atiradores e caçadores), cujo registro é feito pelo Exército.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.