Em Brasília, Lula se reúne com Eunício Oliveira (MDB-CE), desafeto de Ciro Gomes

Cotado para ser candidato ao governo do Ceará, o ex-senador disse que conversou com Lula "sobre as alianças regionais nas eleições de 2022"

Em intensa agenda em Brasília, o ex-presidente Lula tem se reunido com lideranças políticas que vão da esquerda ao centro. Nesta terça-feira (4), durante seu segundo dia na capital federal, o petista se encontrou com o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) para formalizar seu convite para que o parlamentar se filie ao PT e, na parte da tarde, teve uma reunião com Eunício Oliveira (MDB-CE), ex-presidente do Senado e atual presidente do MDB no Ceará.

Eunício é desafeto da família Ferreira Gomes no Ceará e, recentemente, chegou a afirmar que Ciro Gomes (PDT) é uma “figura desonesta” ao comentar uma fala do irmão do político, Cid Gomes (PDT), dizendo que o Brasil “não merece ficar entre maluquices de Bolsonaro” e a volta do PT. “O Brasil não pode ser entregue às loucuras do Ciro”, disse Eunício, pelas redes sociais, no dia 2 de abril.

Ao divulgar seu encontro com Lula nesta terça-feira, Eunício afirmou que ambos conversaram sobre “alianças regionais nas eleições de 2022, além de outros temas importantes”. O emedebista, segundo o jornal O Povo, já estaria se movimentando para disputar o governo do estado em 2022.

Além do encontro com Eunício e Fabiano Contarato, Lula esteve nesta terça-feira com o embaixador da Alemanha no Brasil, Heiko Thoms, com o líder do PT na Câmara, deputado Elvino Bohn Gass, e na segunda-feira (3) esteve com o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ).

Ao longo da semana, Lula ainda deverá encontrar outros políticos e embaixadores de diferentes países.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR