Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de outubro de 2019, 11h48

Em campanha, Huck diz que “marxismo e liberalismo não deram certo” e que atende à “convocação geracional”

Ao melhor estilo populista liberal, Huck criticou a "polarização" na política em evento do jornal Estadão e disse que sua maior preocupação é com a "perpetuação da desigualdade"

Luciano Huck (Foto: Divulgação)

Em pré-campanha para a disputa presidencial em 2022, o apresentador da Globo, Luciano Huck já fala como político e, em meio a uma série de bravatas, afirmou que “o marxismo e o liberalismo não deram certo”.

“Só vai conseguir cuidar das pessoas quem pagar suas contas. O marxismo, o liberalismo não deram certo. Sem as contas organizadas você não consegue realizar seus sonhos”, disse, em discurso extremamente liberal durante evento promovido nesta quarta-feira (30) pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Huck afirmou que sua candidatura “não é um projeto pessoal, nem de poder”. “Estou aqui mais por uma convocação geracional do que qualquer outra coisa”, disse ele, ressaltando que ouve a voz das ruas, minimizando pesquisas de intenção de voto.

Populismo
Ao melhor estilo populista liberal, Huck criticou a “polarização” na política e disse que sua maior preocupação é com a “perpetuação da desigualdade”.

“Rodei tudo, eu vi tudo. Fui à Amazônia profunda, na fronteira da Venezuela? Não consigo passar pelo problema e não me sentir parte dele. A gente vive num país muito desigual e, se não fizermos nada, teremos a perpetuação da desigualdade”, afirmou, confessando que usou da sua profissão, como apresentador de uma concessão pública de TV – a Globo – para conhecer o “Brasil profundo”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum