Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de março de 2019, 06h00

Em crise com Bolsonaro e semana atípica, Câmara espera mais 3 ministros

Vélez Rodriguez, da Educação, e Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, devem enfrentar duros questionamentos dos deputados

Ricardo Vélez-Rodriguez (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasi)l

Após o “bolo” do ministro da Economia, Paulo Guedes, que desistiu de comparecer à Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Câmara na terça-feira (26), três ministros de Jair Bolsonaro são esperados para atividades de comissões da Casa nesta quarta (27): Ernesto Araújo, das Relações Exteriores; Bento Costa Lima Leite, de Minas e Energias; e Ricardo Vélez Rodríguez, da Educação – que enfrenta processo de fritura no comando da pasta.

A ida de tantos nomes da Esplanada à Casa Legislativa em tão curto período é atípica e reflete o desgaste na relação entre o governo e o Congresso, pois expõe os ministros a questionamentos e críticas da oposição e de deputados rebelados.

Educação

Às 10h, Ricardo Vélez Rodríguez será ouvido pela Comissão de Educação. Parlamentares sinalizam que não escaparão da “pauta” a aparente perda de autonomia para o gerenciamento do MEC, baixas em cargos importantes da pasta e decisões questionadas, como a de criação de comissão que adotará critérios pouco transparentes para avaliar previamente as questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e a de suspender a avaliação da alfabetização de crianças pelos próximos dois anos – fato que resultou no pedido de demissão da então secretária de Educação Básica, Tania Leme de Almeida.

O ministro colombiano foi indicado para ocupar o cargo pelo guru do clã Bolsonaro, Olavo de Carvalho, mas não conseguiu contornar disputas internas pela tutela dos rumos do MEC.

Relações Exteriores

No mesmo horário, Ernesto Araújo falará à Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional. O chanceler participa de Audiência Pública para apresentar “as prioridades” de sua pasta ao colegiado parlamentar.

A iniciativa foi do presidente da comissão e filho de Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), em manobra para evitar as tentativas de convocação para cobrança de explicações do ministro.

Acordos aparentemente pouco favoráveis ao Brasil assinados durante a visita do presidente nos Estados Unidos serão alvo de questionamentos.

Minas e Energia

A partir das 14h, o ministro de Minas e Energia, Bento Costa Lima Leite, também participa de Audiência Pública na comissão de mesmo nome, para debater o plano de governo para o setor, entre outros assuntos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum