Em crítica à Pfizer, Bolsonaro diz que pessoas podem “virar jacaré” se tomarem vacina

O presidente reclamou do contrato da farmacêutica estadunidense e fez suposições polêmicas nesta quinta-feira

O presidente Jair Bolsonaro deu nova declaração polêmica nesta quinta-feira (17) ao comentar sobre a vacinação contra a Covid-19. O mandatário criticou as regras impostas pela farmacêutica Pfizer para a compra de doses do imunizante produzida por ela.

Leia também: Atila Iamarino resgata sátira de vacina da Varíola, em 1802, após “jacaré” de Bolsonaro

“Lá no contrato da Pfizer, está bem claro nós (a Pfizer) não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Se você virar um jacaré, é problema de você. Se você virar Super-Homem, se nascer barba em alguma mulher aí ou algum homem começar a falar fino, eles não têm nada a ver isso. O que é pior mexer no sistema imunológico das pessoas”, declarou o ex-capitão em discurso feito durante visita a Porto Seguro (BA).

Bolsonaro ainda disse que não irá tomar vacina contra a Covid-19 e negou que esteja dando um mau exemplo. O presidente disse que já foi infectado pelo Sars-Cov-2 e possuiria anticorpos para o vírus, mas ignora que há casos de reinfecção.

“Eu não vou tomar [a vacina]. Alguns falam que estou dando péssimo exemplo. Ô imbecil, ô idiota, que está dizendo do péssimo exemplo, eu já tive o vírus, eu já tenho anticorpos. Para que tomar vacina de novo?”, disse.

Os apoiadores do presidente aplaudiram a declaração.

Enquanto o presidente brasileiro se nega a dar o exemplo, chefes de Estado de outros países, como o presidente argentino Alberto Fernandez, já anunciaram que vão se vacinar para estimular a imunização.

Assista ao vídeo:

Publicidade
https://twitter.com/jairmearrependi/status/1339707620354109442

Com informações do Uol

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR