O que o brasileiro pensa?
21 de janeiro de 2020, 12h41

Em Davos, Guedes lamenta gastos de governos civis e mostra saudade das ditaduras militares

Após elogiar contenção nas ditaduras militares, Guedes disse que gastos públicos são como "arpões". "Eventualmente, você mata a baleia"

Paulo Guedes (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil )

Recrutado pela ditadura do general Augusto Pinochet nos anos 1980 para dar aulas na Universidade do Chile, o ministro da Economia Paulo Guedes demonstrou ter saudades dos tempos em que os militares conduziam com mãos de ferro os países da América Latina, entre eles o Brasil, durante discurso no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, nesta terça-feira (21).

Segundo o jornalista Ishaan Tharoor, especialista em relações internacionais do Washington Post, Guedes disse em seu discurso que lamenta o descontrole dos gastos públicos nos governos civis, em oposição às restrições orçamentárias dos governos militares de antigamente.

O jornalista diz ainda que Guedes comparou os gastos públicos do governo brasileiro com “arpões” de caça marinha. “Eventualmente, você mata a baleia”, disse ele, segundo Tharoor, ressaltando que o governo Jair Bolsonaro estaria desarmando esses arpões. “Uma metáfora tensa”, tuitou o jornalista.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum