O que o brasileiro pensa?
10 de dezembro de 2019, 10h03

Em desespero, Lava Jato faz nova busca e apreensão envolvendo filho de Lula

A operação é um desdobramento da “condução coercitiva” de Lula, em 2016, e, segundo informações obtidas pela Fórum, vasculhou locais onde a PF não havia entrado antes, como a Gamecorp e outra empresa de um dos sócios do filho do ex-presidente

Fábio Luiz Lula da Silva - Foto: Reprodução

Em ação batizada de Mapa da Mina, a Polícia Federal cumpre, nesta terça-feira (10), 47 mandados de busca a apreensão na 69ªfase da Operação Lava Jato, que investiga repasses do grupo Oi/Telemar para uma empresa de Fábio Luis Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A operação é um desdobramento da 24ª etapa da Lava Jato (Operação Alethéia), em que Lula foi levado a depor através de “condução coercitiva”. A operação se tratou de um espetáculo midiático-policial operado pelo então juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, em 4 de março de 2016.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Na ocasião, o juiz do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, afirmou: “Condução coercitiva? O que é isso? Eu não compreendi. Só se conduz coercitivamente, ou, como se dizia antigamente, debaixo de vara, o cidadão de resiste e não comparece para depor. E o Lula não foi intimado”.

De acordo com informações obtidas pela Fórum com exclusividade, a PF desta vez foi aos lugares que não haviam invadido em 2016, à Gamecorp e à empresa de Kalil Bittar.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), são apurados repasses financeiros suspeitos do grupo Oi/Telemar em favor de empresas do grupo Gamecorp/Gol, controladas por Fábio Luis Lula da Silva, Fernando Bittar, Kalil Bittar e Jonas Suassuna.

As buscas são realizadas em São Paulo, no Rio de Janeiro, na Bahia e no Distrito Federal. A 69ª fase da Operação Lava Jato autorizada pela 13ª Vara Federal de Curitiba.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum