Em dia de prisão de Queiroz, Bolsonaro se nega a falar com claque de apoiadores no Planalto

O presidente não parou no cercadinho do Palácio do Alvorada nesta quinta-feira

O presidente Jair Bolsonaro frustrou seus apoiadores que ficam o aguardando na saída do Palácio do Alvorada ao decidir passar direto pelo “cercadinho” nesta quinta-feira (18).

A atitude de Bolsonaro de não querer falar com apoiadores acontece em meio à repercussão da prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor dele e do senador Flávio Bolsonaro.

O gesto do presidente gerou repercussão no meio político instantaneamente. O deputado federal José Guimarães (PT-CE), líder da Minoria na Câmara, comentou: “Bolsonaro, sempre tão falante na saída do Alvorada, PERMANECEU EM SILÊNCIO. Dizer o quê para seus asseclas? A casa tá caindo!”.

Queiroz foi preso nesta quinta-feira (18) pela Polícia Civil em uma chácara em Atibaia, no interior de São Paulo, pertencente ao advogado do filho do presidente. Segundo informações de Bruno Tavares, na GloboNews, policiais e promoters relataram que Queiroz era mantido em esquema de proteção no imóvel, pois já se imaginava que ele poderia ser preso.

O canal bolsonarista Cafezinho com Pimenta publicou um vídeo do momento em que o carro do presidente passar pelos apoiadores sem parar.

Assista:

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina