Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de setembro de 2019, 09h50

Em discurso contraditório, Luciano Huck elogia política econômica de Bolsonaro, mas diz que “país vai implodir”

O apresentador chegou a dizer que é papel do Estado diminuir a desigualdade do país. No entanto, disse também que a economia neoliberal de Bolsonaro "está correta"

Luciano Huck e Bolsonaro (Montagem)

Durante o Exame Fórum, evento da revista Exame, na tarde desta segunda-feira (9) o apresentador da Globo, Luciano Huck, fez longo pronunciamento sobre a desigualdade que já acompanhou pelo país através de ações de seu programa, Caldeirão do Huck, e chamou a atenção inúmeras vezes sobre a necessidade da elite brasileira de deixar de ser passiva e contribuir com mudanças sociais, se não o país vai “implodir”. No entanto, em determinado momento, Huck se contradiz e diz que a agenda econômica neoliberal de Jair Bolsonaro (PSL) é correta e que “as pessoas querem que avance”.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Durante a palestra, Luciano Huck sustentou a ideia de que sua principal bandeira social é a luta contra a desigualdade. E chegou atribuir ao Estado este papel. “Quem tem o poder de mexer no ponteiro da desigualdade é o Estado, mas não quis me aproximar mais, não estou em partido”, disse. “Podia fingir que não era comigo e ficar no aquário do Projac como um peixinho bem alimentado ou poderia me jogar no oceano”, acrescentou, se vangloriando.

Luciano disse que escolheu a segunda opção – de se jogar no oceano – e explicou que não se associou a partidos políticos, como chegou a ser comentado no período pré-eleitoral no ano passado, preferindo apoiar movimentos cívicos. No entanto, não deixou de elogiar o governo neoliberal de Jair Bolsonaro (PSL), que tem anunciado diversos cortes no orçamento de programas sociais, como Minha Casa Minha Vida, Fies e Bolsa Família. Além disso, por ser de direita, Bolsonaro é inimigo declarado da máquina estatal e tem como um de seus principais discursos o “esvaziamento” do Estado.

“A agenda econômica desse governo é correta, as pessoas não estão torcendo contra, querem que avance. Se melhorar, ótimo. Mas a questão é que a enormidade do país que não depende só disso, de crescimento do Produto Interno Bruto. Depende de serviços e de proteção social”, declarou o apresentador.

Liberalismo econômico
Aliado do pensamento liberal econômico, Luciano Huck tem atuado na política, esquivando-se de ser identificado em bandeiras partidárias. Porém, todos os movimentos dos quais faz parte defendem a adoção de uma política liberal no país em uma sociedade meritocrática – bem diferente dos quadros de seu programa, que dão auxílios pontuais a pessoas que se propõem a participar de “provas” propostas por ele.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum