Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de outubro de 2018, 22h47

Em entrevista à Record, Bolsonaro diz que vai mudar o Código Penal para armar o cidadão

Bolsonaro criticou as pesquisas, disse que todos desconfiam delas e finalizou com aquele velho discurso: “Serei um presidente que defende as crianças, a família e as religiões”

Em entrevista à TV Record, Jair Bolsonaro afirmou que, em caso de vitória, vai mudar o Código Penal. “O estatuto do desarmamento só aumentou a violência. Um sujeito entra na sua casa, você dá 15 tiros nele e acerta cinco na canela. Você será acusado de tentativa de homicídio e o vagabundo, de invasão de domicílio. Vamos mudar isso”.

Em meio à entrevista, o militar foi interrompido por um enfermeiro, alegando que ele não poderia falar mais do que dez minutos seguidos. Mesmo assim, Bolsonaro pareceu estar disposto, principalmente para atacar o PT.

Voltou a colocar em suspeição as urnas eletrônicas, mas disse que vai respeitar o resultado das eleições, caso perca para Fernando Haddad. Contudo, não poupou o PT: “Vamos dar um pontapé no Socialismo”.

Bolsonaro criticou as pesquisas, disse que todos desconfiam delas e finalizou com aquele velho discurso: “Serei um presidente que defende as crianças, a família e as religiões”. Em momento nenhum abordou propostas de governo, o que aliás, não foi questionado pelo repórter da Record.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum