segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Em “francês du butequin”, Jô Soares chama Eduardo Bolsonaro de embaixador KFC

O humorista e escritor Jô Soares publicou, na Folha desta segunda-feira (22), uma carta aberta escrita em “francês du butequin”, para o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) onde ironiza a indicação de Eduardo Bolsonaro para o cargo de embaixador nos Estados Unidos.

Jô mistura português com francês, que ele chama de língua diplomática, para debochar da escolha, mas lembrando fatos históricos de ditadores que indicavam filhos despreparados para cargos públicos:

“Monsieur le president: come je sé que, etant troglodite, vous parlé multilangues, je comence em françois, langue de la diplomacie mondiale pour que ningán duvide: parabiéns! Parabiéns! parabiéns! Quel idê genial de nomé votre fils Eduardô come ambassadeur!”

Em um trecho, Jô Soares lembra “Aussi, si nous avons deja um ex-president, FHC, pourquoi ne pas tenté aussi um ambassadeur KFC?”, algo como: Se nós já tivemos um presidente FHC, porque não um embaixador KFC?, se referindo à rede de fast food especializada em frango.

E o humorista ainda se refere ao respeito às regras, ao esperar o filho completar 35 anos:

“Tout come il faut respetant les regles: premier, comemoré la idé certe, 35 ans. Alors, petite feste, troque de petit presents etc.”

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.