Fórum Educação
28 de janeiro de 2020, 14h23

Em mais um erro, MEC assume que vazou listas do Sisu e tenta consertar: Não é oficial

Sob o comando de Abraham Weintraub, ministério da Educação vazou as listas do Sisu na manhã desta terça-feira, quando alguns alunos conseguiram acesso. Processo está suspenso por decisão judicial após erros na aplicação do Enem

Abraham Weintraub e Bolsonaro (Foto: Divulgação/MEC)

Em mais um erro desde a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Ministério da Educação, sob o comando de Abraham Weintraub, vazou as listas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) por alguns minutos no site na manhã desta terça-feira (28), quando alguns alunos puderam acessar os documentos.

Indagado sobre o caso pelo portal G1, o MEC admitiu o vazamento, mas diz que não representa o resultado oficial, já que o processo está suspenso por decisão judicial.

“O Ministério da Educação informa que as listas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020 visualizadas, por alguns minutos, na manhã desta terça-feira (28), não representam o resultado oficial. Em razão de decisão judicial, a divulgação do resultado final continua suspensa”, diz a nota enviada ao site.

O resultado do Sisu está embargado por decisão liminar da Justiça de São Paulo, depois que um erro da gráfica Valid, contratada pelo Inep para imprimir as provas do Enem, quase 6 mil candidatos ficaram com notas mais baixas.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum