Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de Maio de 2019, 10h09

Em menos de uma semana, Bolsonaro troca presidente da Embratur por sanfoneiro

Gilson Machado Neto, além de sanfoneiro é dono de uma pousada em Alagoas que foi autuada pelo ICMBio por descumprir as leis de proteção ambiental da região

Foto: Reprodução YouTube

O Diário Oficial publicou, na sexta-feira (3), a nomeação do ex-presidente da Turisrio e do Rio Convention Bureau Paulo Senise para a presidência da Embratur.

Já sentado em sua mesa, na sede da Embratur, Senise foi surpreendido pela anulação de sua nomeação. Para o seu lugar, Bolsonaro colocou Gilson Machado Neto.

Machado Neto é conhecido como sanfoneiro, integrante da banda de forró eletrônico Brucelose e foi apoiador de Bolsonaro na campanha.

Foto: Instagram

Além disso, é dono de uma pousada em Alagoas que foi autuada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) por infringir regras de turismo sustentável.

Multa ambiental

A sua pousada, localizada na praia do Toque, Litoral Norte de Alagoas, está dentro de uma Área de Proteção Ambiental (APA) Costa do Corais, a maior unidade de conservação federal marinha costeira do país e sua área localiza-se entre os estados de Pernambuco (PE) e AL, com mais de 400 mil hectares e cerca de 120 km de praia e mangue.

Gilson Neto foi multado em R$ 3.500 por descumprir  as normas da área de proteção. Em um processo instaurado em 2016, ele foi autuado por desobedecer a notificação de retirar tendas e bangalôs da praia durante a noite. A retirada dos bangalôs consta no plano de manejo da APA, regra criada para proteger o local de desova de quelônios, a fauna e o habitat local, as aves migratórias do local e minimizar a poluição.

Notificado a respeito, Gilson Neto afirmou que as estruturas eram recolhidas à noite, entretanto a fiscalização do ICMBio constatou que isso não ocorria e aplicou o auto de infração. Como medida cautelar, foram destruídas sete tendas/bangalôs. Ele recorreu e o processo aguarda ser julgado.

Retaliação

No início do governo Bolsonaro, Gilson foi indicado para a Secretaria de Ecoturismo do Ministério do Meio Ambiente.

O analista ambiental Iran Normande, responsável pela multa à sua pousada, foi exonerado no dia 31 de janeiro da chefia da APA (Área de Proteção Ambiental) Costa dos Corais, em Alagoas.

Machado Neto já é o terceiro presidente da Embratur do governo Bolsonaro, em cinco meses e meio de existência.

Com informações da coluna de Lauro Jardim


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum