Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de dezembro de 2018, 22h27

Em mensagem de Natal, Dilma afirma: “Não há democracia no Brasil enquanto Lula estiver preso”

“Lula, pela primeira vez na vida, vai passar as festas de fim de ano longe da sua família. Lula vai passar o Natal e o réveillon numa solitária, longe dos filhos, dos netos e da bisneta”, lamenta a ex-presidenta

Foto: Ricardo Stuckert

Dilma Rousseff divulgou, nesta quinta-feira (20), uma mensagem de Feliz Natal ao ex-presidente Lula, mantido como preso político na sede da Polícia Federal de Curitiba desde o dia 7 abril de 2018. Pela primeira vez, ele passará as festas de final de ano longe de sua família.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Acompanhem a íntegra da nota:

A condenação e a prisão de Lula foram pedidas pelo ministério público que reconheceu, publicamente, que “não há provas cabais” contra ele.

O juízo de primeira instância admitiu que Lula estava sendo condenado por “fatos indeterminados”.

O juízo de segunda instância alegou que confirmava a condenação de Lula porque, neste caso, “situações inéditas exigem soluções inéditas”.

Lula foi condenado sem provas sólidas e cabais, apesar de existirem evidências razoáveis quanto à sua inocência.

Vem sendo negada a Lula a aplicação do Artigo 5º da Constituição Federal, que diz, expressamente: “Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”. Segundo a Constituição, Lula teria direito de ser julgado, em liberdade, pelos tribunais superiores – o STJ e o STF.

O Comitê de Direitos Humanos da ONU determinou que Lula fosse solto, mas ele continua preso.

Um juiz de tribunal superior (TRF) concedeu habeas corpus para libertar Lula, mas ele continua preso.

Um ministro do Supremo Tribunal Federal determinou em liminar que Lula fosse libertado, assim como os demais que ainda não tiveram suas condenações julgadas em todas as instâncias.

Mas Lula continua encarcerado numa solitária há 254 dias e completará na virada do ano nove meses de uma prisão injusta, que ofende a nossa tradição jurídica, pois a ele não foi dado o direito à presunção de inocência nem cumprida a exigência de provas cabais para uma condenação.

O maior líder popular do Brasil continua no cárcere, e é um preso político.

Não haverá normalidade institucional no Brasil enquanto Lula estiver preso.

Sua liberdade é condição indispensável para que o Brasil possa ser considerado de fato um país democrático.

Lula, pela primeira vez na vida, vai passar as festas de fim de ano longe da sua família. Lula vai passar o Natal e o réveillon numa solitária, longe dos filhos, dos netos e da bisneta.

A democracia requer  #LuLaLivre.

Tenho certeza de que reproduzo o sentimento de milhões de brasileiras e brasileiros ao pedir que seja libertado.

Feliz Natal, meu amigo!

E que o novo ano seja de liberdade, para você e para o nosso país.

DILMA ROUSSEFF

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum