Fórumcast, o podcast da Fórum
18 de agosto de 2019, 20h11

Em regime de urgência, PL de porte de armas poderá ser votado ainda essa semana

Antiga bandeira da trajetória política do presidente Jair Bolsonaro, o projeto de lei acatou três das 20 emendas apresentadas originalmente à proposta

Reprodução/Facebook
Em regime de urgência, o plenário da Câmara dos Deputados deverá votar, ainda esta semana, o Projeto de Lei 3.723/19, que permite a concessão de porte de armas de fogo para novas categorias, além das já previstas no Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03).
Antiga bandeira da trajetória política do presidente Jair Bolsonaro, o projeto de lei acatou três das 20 emendas apresentadas originalmente à proposta, como estender o porte de arma para os oficiais de Justiça e para os oficiais do Ministério Público. Outra emenda autoriza os integrantes dos órgãos policiais da Câmara Legislativa do Distrito Federal e das assembleias legislativas dos estados a ter porte de arma, além de permitir os órgãos a comprar armas de fogo de uso restrito sem autorização do Comando do Exército.
Atualmente, o porte  é permitido para as categorias descritas no Estatuto do Desarmamento, como militares das Forças Armadas, policiais e guardas prisionais.
Segundo pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada no começo deste mês, a defesa da proibição da posse de armas atingiu o seu nível mais alto desde 2013, sendo rejeitado por 70% da população.
Com informações do Correio Braziliense. 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum