Fórumcast #19
23 de dezembro de 2017, 16h50

Em resposta a manifestante, Cristovam Buarque assume que é golpista

O senador, um dos que votou favoravelmente ao impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, só não tolerou ser chamado de corrupto. “Golpista, mas não corrupto”

Por Redação

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que perdeu inúmeros eleitores depois de votar a favor do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff em 2016, tem sido constantemente chamado, desde então, de “golpista”.

Na última quarta-feira (20), durante a confraternização de seu partido em Brasília, o parlamentar voltou a ouvir de um grupo de pessoas que estava no local que ele seria “golpista” mas, desta vez, não só não se calou, como ainda endossou  a pecha.

“Golpista! Golpista! Você morreu!”, gritaram os manifestantes, ao que Cristovam respondeu: “Golpista, mas não corrupto!”.

De alguma maneira, Cristovam Buarque já previa uma reação hostil de seu eleitorado quando decidiu votar a favor do impeachment de Dilma. Em agosto de 2016, pouco antes de Dilma ser afastada definitivamente, Buarque escreveu: “Tenho consciência de que meu voto provocará incompreensão e decepção em amigos e companheiros, eleitores e leitores, além de desprestígio no exterior. Sinto, entretanto, que esse é um ato necessário para reorientar o futuro do Brasil e, portanto, justifica o sacrifício”.

Veja também:  Site do PSDB é hackeado e tem foto de Lula e Dilma na capa

*Com informações do Correio Braziliense

Foto: Edilson Rodrigues

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum