Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de abril de 2019, 19h49

Em resposta, Olavo de Carvalho diz que Mourão é um “adolescente desqualificado”

“O simples fato de interpretar como ‘críticas’ em vez de simples revisão histórica as coisas que tenho dito sobre o regime militar já mostra que o Mourão não alcança o patamar da verdade e falsidade, só o do amigo e inimigo”, postou o “guru” dos Bolsonaro

Foto: Reprodução/YouTube

O bate-boca entre Olavo de Carvalho e Hamilton Mourão parece longe do fim. O “guru” da família Bolsonaro não gostou do último comentário do vice-presidente e rebateu em sua página no Facebook.

“O simples fato de interpretar como ‘críticas’ em vez de simples revisão histórica as coisas que tenho dito sobre o regime militar já mostra que o Mourão não alcança o patamar da verdade e falsidade, só o do amigo e inimigo. É um adolescente totalmente desqualificado para qualquer debate intelectual sério”, afirmou Olavo.

“Apelar ao rótulo de ‘astrólogo’ é argumento digno do Bundadelli”, acrescentou o autoproclamado filósofo.

A mensagem foi para responder a declaração de Mourão a respeito de um vídeo postado na conta de Bolsonaro no Youtube, no qual Olavo ataca os militares e os novos políticos. Mourão, então, disse que o astrólogo “mostra o total desconhecimento de como funciona o ensino militar”.

Modelo

“Acho até bom a gente convidar ele para ir nas nossas escolas e conhecer. E acho que ele, Olavo de Carvalho, deve se limitar à função que ele desempenha bem, que é de astrólogo. Pode continuar a prever as coisas que ele é bom nisso”, disse o vice de Jair Bolsonaro.

“O Mourão deveria se limitar à única função que desempenha bem, de modelo”, devolveu Olavo, afirmando que não tem nada a ver com o pedido de impeachment do vice, protocolado pelo deputado Marco Feliciano (Podemos-SP), vice-líder do governo.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum