Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de maio de 2019, 22h31

Empresários liderados por dono da Riachuelo resolvem ir às ruas por Bolsonaro

“As pautas mudaram. As manifestações serão em defesa da reforma da Previdência, da MP 870, que é a reforma administrativa, e do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro”, disse Gabriel Kanner, presidente do movimento Brasil 200

Empresários do grupo Brasil 200 (Foto: Divulgação)

Depois de não aderirem aos atos favoráveis a Jair Bolsonaro, marcados para este domingo (26), o movimento de empresários Brasil 200, que conta com nomes como Flávio Rocha (Riachuelo) e João Appolinário (Polishop), mudou de ideia e vai apoiar as manifestações, de acordo com informações de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

“As pautas mudaram. As manifestações serão em defesa da reforma da Previdência, da MP 870, que é a reforma administrativa, e do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro. Nós também defendemos isso e, por isso, decidimos ir para as ruas”, avisou Gabriel Kanner, presidente do Brasil 200.

Ele disse que, inicialmente, o grupo decidiu não apoiar a ideia porque organizadores estavam compartilhando hashtags sobre invadir o Congresso e fechar o Supremo Tribunal Federal (STF). “Refutamos essas pautas. Nunca podemos atacar as instituições.”

Ausência

Mesmo com este apoio, Bolsonaro pediu aos integrantes de sua equipe que não compareçam às manifestações em apoio ao governo. Ele próprio desistiu de participar.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum