Enquanto bajula Bolsonaro, Mário Frias curte publicação de Moro sobre prisão de Queiroz

No Twitter, o ex-ministro pregou a independência das policias e pediu que "todos os fatos sejam esclarecidos"

O recém-nomeado secretário da Cultura, Mário Frias, curtiu um comentário no Twitter do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, sobre a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

Na publicação, Moro prega a independência das polícias, Ministério Púlico e judiciário para que que “todos os fatos sejam esclarecidos”. O ex-juiz deixou o governo Bolsonaro com acusações de que o presidente estaria tentando interferir politicamente na Polícia Federal.

Nas redes sociais, Frias tem colecionado publicações que bajulam Jair Bolsonaro. Desde que assumiu oficialmente a pasta, na terça-feira (23) passada, o ator ainda não fez comentários nas redes sobre temas relacionados à Cultura.

Apesar dos elogios ao presidente, Frias sempre foi um defensor de Moro. Em 2016, escreveu que o ex-juiz era “o nosso maior herói dos últimos tempos”.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.