Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de agosto de 2019, 17h28

Enquanto era deputado, Bolsonaro marcava ponto da filha de Queiroz, “personal trainer” no Rio

Pelas regras da Câmara Federal, cabe ao deputado fazer o registro do controle de frequência de seus funcionários

Foto: Reprodução/Instagram

Segundo dados fornecidos pela Câmara Federal, o gabinete de Jair Bolsonaro, quando ele era deputado, atestou a frequência normal de trabalho de sua ex-assessora Nathalia Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, mesmo ela atuando como “personal trainer” em horário comercial no Rio de Janeiro.

Ainda conforme a Câmara, Nathalia cumpriu uma jornada de 40 horas semanais, no período de 19 de dezembro de 2016 a 14 de outubro de 2018, período em que estava lotada no gabinete. Seu salário era de R$ 10 mil mais benefícios.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

Pelas regras da Câmara, cabe ao deputado fazer o registro do controle de frequência de seus funcionários. Porém, ele pode passar a função para um assessor do gabinete.

Repasse

Nathalia é filha de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Um relatório do Coaf revelou, no final de 2018, movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em uma conta no nome de Queiroz.

O valor é referente ao período entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Nathalia é citada no documento, porque teria repassado R$ 84 mil ao pai.

Com informações da Exame


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum